Desde sua forma primária até o Xadrez de alto nível dos computadores que temos hoje, o jogo passou por diversas modificações que o deixaram mais divertido e praticável.

Ter preconceito significa tirar conclusões antes de conhecer algo. Isso é prejudicial para si mesmo, pois pode lhe impedir de conhecer diversas pessoas, atividades e jogos fantásticos.

 

Algumas pessoas tem consigo alguns preconceitos bobos sobre Xadrez mas todos são facilmente colocados a prova a seguir nesse post.

É difícil aprender xadrez

O jogo de Xadrez, assim como outros jogos e esportes tem suas regras e não é possível praticar Xadrez sem conhecê-las. Porém as regras não são difíceis. Para jogar Xadrez é necessário basicamente:

 

  • Aprender o movimento de cada peça;
  • Conhecer o objetivo do jogo, ou seja, como se faz para ganhar;
  • Dominar algumas estratégias e técnicas que farão você ir pelo “caminho certo;

 

Portanto, com algumas horas de dedicação é possível sim aprender Xadrez. Temos um curso feito somente para iniciantes, mas aprender Xadrez tão simples que já ensinamos aqui mesmo em nosso blog na série Aprenda Xadrez. Já conferiu?

 

Xadrez é chato, um jogo de “nerds”

O campeão mundial Topalov diverte-se com crianças no parque

Tudo que não compreendemos e que não faz sentido é chato. Um matemático admira uma equação elaborada enquanto uma criança apenas arregala os olhos e se afasta. Um artista passa vários minutos observando um quadro onde muitos leigos batem um olho por alguns segundos e concluem que aquilo não passa de um borrão. É claro que algo só fará sentido se você possuir o mínimo de conhecimento sobre o mesmo. Já experimentou assistir uma partida de críquete ou basebol sem conhecer as regras?

 

O Xadrez é fantástico em riqueza de possibilidades e muitas vezes artístico. Experimente conhecer um pouco sobre o jogo e então observe novamente com outros olhos. Garanto que irá se surpreender.

 

Uma partida de Xadrez demora muito

Pode ser verdade, mas não é uma regra. Com a utilização do relógio de Xadrez é possível determinar antes da partida quanto tempo a mesma poderá ter de duração. Ou seja, algumas partidas podem durar apenas 2 minutos, já outras, mais de 7 horas. Como nesse caso onde Carlsen joga contra seu treinador utilizando apenas 30 segundos para conduzir toda a partida.

 

 

Longe de ser um jogo chato...

 

Assim como no atletismo temos provas de 42 quilômetros onde o que conta é a resistência, também há as provas de 100 metros onde explosão é o fator mais determinante. O Xadrez também possui suas modalidades, que são divididas de acordo com o tempo regulamentado para a partida ou competição.

 

Pouca gente joga Xadrez

Segundo a FIDE, 500 milhões de pessoas praticam Xadrez ao redor do mundo. Está entre as modalidades esportivas mais praticadas do mundo além de ser a mais abrangente de todas em se tratando de limitações físicas, espaciais, sociais e de gênero.

 Recorde mundial de mulheres praticando Xadrez

Meninos jogam melhor que meninas

Chega a ser ofensivo repetir uma bobagem dessa. Xadrez é um esporte mental, intelectual, ou seja não há como afirmar isso. Talvez os homens tenham mais interesse em procurar e praticar o jogo, mas as mulheres jogam tão bem quanto os homens e muitas vezes melhor. Como é o caso da húngara Judit Polgar que ficou durante anos na lista dos 10 melhores enxadristas ativos e com isso participa da lista das 30 pessoas mais inteligentes da atualidade.

 

Ou como é o caso da enxadrista Alexandra Kosteniuk que venceu o atual campeão do mundo Magnus Carlsen em uma partida oficial.

 

Carlsen abandona a partida assim que percebe que perderia uma Torre.. e a partida

 

E você, joga Xadrez? Acha difícil? Dê sua opinião e nos ajude a divulgar a ideia de que Xadrez além de muito importante para a mente, pode ser uma atividade divertida e envolvente ;)