En Passant, não passes por meu ataque!

Existem algumas regras no jogo de xadrez que se não compreendidas direito podem gerar dúvidas em algum momento. Para não ficar para trás nem descobrir as regras só na hora da partida com seu oponente te ensinando "na prática", é importante conhecer todas as regras do Xadrez, incluindo os movimentos extraordinários como Roque, Promoção de peão e En passant.  Vamos lá?

 

Como você já deve ter percebido, o peão é a peça mais peculiar do jogo de Xadrez. Afinal, trata-se da única peça que:

 

 

  • Pode se transformar em outra peça por meio da promoção de peão;
  • A única que uma vez que avança não pode voltar;
  • Uma das únicas que possui movimento especial quando ainda não foi movida (Rei e Torre possuem em caso de roque);
  • Captura de uma maneira e se movimenta de outra.

 

Porém, há ainda mais um movimento que compete somente ao peão e é um movimento especial de captura, chama-se: en passant¹. A regra diz o seguinte:

 

"se um peão avança duas casas e nesse momento para ao lado do peão adversário, o peão adversário poderá o capturar (somente naquele lance) efetuando seu movimento de captura normal, ou seja, na diagonal. O peão irá parar atrás do peão que acabou de avançar e o mesmo será retirado do tabuleiro."

 

Veja no exemplo como acontece:

En passant

O peão branco de d5 está na 5ª horizontal. Quando o peão preto avança duas casas de uma vez, passa pelo seu ataque e para ao lado do peão branco. Nesse momento é possível realizar o en passant.

 

O peão branco está na 5ª fila (horizontal) e com o avanço do peão da Dama preto, o mesmo vai parar ao lado do peão branco avançando duas casas de uma vez. Nesse momento, ele não para no ataque do peão branco, mas passa por ele, portanto as brancas podem efetuar sua captura en passant.

 

En passantO peão branco faz seu movimento de captura normal, em diagonal parando atrás do peão preto e o retira do tabuleiro.

 

 

Curiosidade:

De onde surgiu  a palavra "En passant"?

En passant é um termo francês e significa “de passagem” ou "ao passar". Essa regra foi adotada no século XV, em conjunto com a regra que permitem aos peões o avanço de duas casas em seu primeiro movimento. A regra previne o avanço de um peão por duas casas sem o risco de ser capturada por outro peão.

 

A princípio parece confuso mas vale a pena aprender essa regra direitinho. Afinal, trata-se de um movimento do Xadrez tal como o roque ou o movimento do Cavalo em “L”. Tire suas dúvidas sobre o movimento com seu professor e não esqueça de treinar e acrescentar esse movimento em seu repertório de jogo.

 

Boas partidas e volte sempre que precisar tirar alguma dúvida sobre Xadrez. Até a próxima ;)