Será realizada entre os dias 01 e14 de setembro de 2016 a 42ª Olímpiada de Xadrez na cidade de Baku no Azerbaijão. Diversas pessoas, quer estejam no ambiente do Xadrez ou não possuem dúvidas sobre a participação da modalidade Xadrez nos jogos olímpicos. Qual o motivo da modalidade não participar das olimpiadas juntamente com outras modalidades? Como é o evento olímpico do Xadrez? Quais as principais equipes e como anda o desempenho dos atletas brasileiros nesse tipo de competição?

 

Vamos responder essas e outras perguntas pra você agora mesmo, vamos lá?

 

Como funcionam as olimpíadas de Xadrez?

Olimpiadas do Vietnan

Trata-se de um evento que acontece de dois em dois anos e é organizado pela Federação Internacional de Xadrez , a FIDE.

É considerado uma grande festa do Xadrez mundial pois conta com a participação de delegações de muitos países. As equipes são divididas nas categorias masculino e feminino e representam um país. Cada país forma sua equipe com até cinco jogadores e um capitão, onde quatro jogarão por rodada e um ficará como substituto. A substituição não pode ocorrer durante uma partina, apenas entre as rodadas.

 

Porque o Xadrez está fora das Olimpíadas tradicionais?

É uma questão delicada que depende muito do ponto de vista de cada um. Temas como interesses políticos e financeiros do COI e da FIDE são mencionados em discussões, mas num contexto geral, há pontos positivos e negativos nessa situação.

 

Como ponto positivos, aponto a possibilidade da participação de muitos países. Caso ocorressem juntamente com as olímpiadas tradicionais, o procedimento pré-olímpico deixaria de fora diversas delegações. Nessa próxima olímpiada participarão mais de 1500 jogadores de 181 equipes de de diversos países e alguns dados impressionam pela quantidade e qualidade dos atletas.

 

- 181 equipes participaram no absoluto, 142 no feminino, total de 1607 jogadores;

- Participação das equipes dos deficientes auditivos (ICCD), deficientes físicos (IPCA) e deficientes visuais (IBCA);

- 340 GMs (grandes mestres) /WGMs (grandes mestres feminino), totalizando 1051 titulados;

- 29 jogadores com mais de 2700 pontos de rating(!);

- Participação de 10 campeões mundiais(!).

Já o principal fator negativo dessa situação é a mídia que nosso querido esporte perde quando deixa de participar das olimpíadas tradicionais. Afinal, quem não gostaria de ligar a televisão e ver a elite do Xadrez mundial competindo por equipe?

 

Quais os países com as equipes mais fortes?

 

Atualmente o cenário do Xadrez anda repleto de jovens talentos que estão nos 4 cantos do mundo. Porém as já tradicionais equipes da Rússia e dos Estados Unidos vem liderando o ranking, seguido pela equipe da China, Ucrânia e Azerbaijão.


As 25 equipes melhores na pré classificação

E as equipes do Brasil?

O Brasil inicia a competição pré-ranqueado em 34º no absoluto e 49º no feminino. As equipes vem com sangue novo, mas também conta com jogadores experientes como o heptacampeão brasileiro Rafael Leitão. Nossa equipe masculina é composta por um quatro GM’s e um MI, todos com um excelente jogo que com certeza mostrarão um belo jogo.

Rafael Leitão e Alexandr Fier

 

As equipes brasileiras foram escaladas da seguinte forma:

 

Masculino: http://chess-results.com/tnr232875.aspx?lan=10&art=8&flag=30&wi=821&snr=34

 

Feminino: http://chess-results.com/tnr232876.aspx?lan=10&art=8&flag=30&wi=821&snr=49

 

Onde acompanhar?

A competição promete muitas emoções, batalhas duras e belas partidas. Pra você que como nós ficará na torcida pela equipe brasileira, segue os links de onde acompanhar os torneios.

 

Olimpiadas de Baku

 

Absoluto: http://chess-results.com/tnr232875.aspx?lan=10&zeilen=99999

 

Feminino: http://chess-results.com/tnr232876.aspx?lan=10

 

E você, acredita que o Brasil fará uma boa competição? Esse artigo esclareceu dúvidas suas? Comente, participe. Sua participação é importante para nós!

 

Força Brasil! Pra cima deles e até a próxima ;)